Origami

Origami: Ori (dobrar) gami (papel)

Arte japonesa baseada na execução de dobraduras e união de pequenas peças de papel transformando-as em verdadeiras obras de arte.

No início do século XVII os samurais foram responsáveis pela criação dos primeiros origamis que conhecemos atualmente. Até o início do século XIX o origami foi praticado como passatempo restrito aos adultos. A partir do período meiji (1868-1912) a arte começou a ser ensinada nas escolas e também passou a ser difundida em países estrangeiros.

Hoje o origami é uma das mais populares expressões artísticas da cultura japonesa no mundo inteiro. Coloridos e graciosos que estimulam a curiosidade de saber o grau de dificuldade para sua elaboração, utilizado também como decoração de casamentos e materniadades, e também como lembrancinha ou presentes.

Recurso pedagógico, origami é utilizado em escolas pois estimulam:

  • Motricidade fina (coordenação de mãos e dedos);
  • Memória visual, estimulando a memorização das sequencias das dobras;
  • Criatividade;
  • Concentração;
  • Noções básicas de medidas;
  • Perseverança;

Recurso terapeutico: O origami é um autêntico exercício de serenidade ajudando no combate ao estresse, pois predispõe a calma. É utilizado também em hospitais nos paciêntes que estão internados para evitar depressão.

A sensei Angélica Correa é discipula da Akiko Kawashima que leciona cultura japonesa na rede municipal da cidade de Ivoti-RS.